Entrar

Projeto: Projeto "Super socorristas mirins: aprofundando o conhecimento em primeiros socorros para bebês e crianças"

Primeiros socorros

Original Teachy

Primeiros Socorros para Bebês e Crianças

Introdução

A formação de primeiros socorros é de incrível valor para todos. No entanto, as necessidades médicas de bebês e crianças são substancialmente diferentes das dos adultos. E, a capacidade de responder efetivamente em situações de emergência pode ser a diferença entre a vida e a morte. O conhecimento adequado, a confiança e a habilidade para agir podem ter um impacto significativo no resultado de tais situações.

O Conceito de primeiros socorros se refere à assistência a qualquer pessoa que sofra uma lesão ou mal-estar súbito, com o cuidado de preservar a vida, prevenir o agravamento da condição, promovendo a recuperação. É importante lembrar que a primeira responsabilidade será sempre tentar obter ajuda médica profissional o mais rápido possível. No entanto, as ações tomadas nos primeiros minutos após um acidente ou de uma doença aguda podem ser cruciais.

Nos casos dos bebês e crianças, essas ações necessárias são frequentemente diferentes das técnicas de primeiros socorros tradicionais aplicadas aos adultos. Além disso, as crianças não são apenas adultos em miniatura. Eles têm anatomia e fisiologia única. Seus corpos reagem de maneira diferente a lesões e doenças em comparação com os adultos. Portanto, é crucial que as pessoas aprendam as habilidades específicas de primeiros socorros pediátricos, que serão o foco deste projeto.

Contextualização

Na vida cotidiana escolar, os acidentes podem acontecer a qualquer momento. Uma criança pode engasgar com comida durante o almoço, sofrer um arranhão ou corte jogando no playground, ou ainda ter um ataque de asma. Nessas situais, alguém adequadamente treinado em primeiros socorros pediátricos pode ser um salva-vidas.

Além disso, uma pesquisa realizada pelo American Heart Association Revelou que quase 70% dos pais não sabem o que fazer se seus filhos entrarem em parada cardíaca. De fato, estima-se que 12.000 crianças morrem de parada cardíaca a cada ano nos Estados Unidos. E muitas dessas vidas teriam sido salvas se mais pessoas soubessem a RCP pediátrica e as manobras de primeiros socorros adequadas.

Saber como lidar com situações de emergência pode ser de grande utilidade não apenas na escola, mas também em casa ou em qualquer lugar onde as crianças estejam presentes. Portanto, é de grande importância que todos, especialmente os estudantes, pais, professores e cuidadores de crianças, estejam cientes e pratiquem pelo menos o básico dos primeiros socorros em crianças e bebês.

Materiais extras sugeridos:

  1. Livro: ["First Aid Fast for Babies and Children: Emergency Procedures for all Parents and Caregivers,"] por DK.

  2. [Curso online "Child & Baby First Aid/CPR/AED Online,"] oferecido pela Cruz Vermelha Americana.

  3. [Vídeos sobre primeiros socorros em bebês e crianças] disponível na plataforma do YouTube pela "St John Ambulance".

Atividade Prática

Projeto "Super socorristas mirins: aprofundando o conhecimento em primeiros socorros para bebês e crianças"

Objetivo do Projeto

O projeto tem como objetivo capacitar os alunos com habilidades práticas e teóricas em primeiros socorros para bebês e crianças. Esperamos que, ao final desta atividade, os alunos estejam equipados com conhecimento e confiança para lidar com situações de emergência envolvendo o público infantil.

Os alunos devem trabalhar em grupos de 3 a 5 pessoas, sendo cada grupo responsável por estudar, praticar e apresentar um subtema relacionado aos primeiros socorros para bebês e crianças. A duração deste projeto é de um mês, com uma estimativa de cinco a dez horas de trabalho por aluno.

Materiais necessários

  1. Manuais ou Livros de Primeiros Socorros para Bebês e Crianças;
  2. Vídeos educativos sobre o tema;
  3. Cursos online (gratuitos ou pagos) sobre Primeiros Socorros em Pediatria;
  4. Boneco para simular situações de socorro em bebês e crianças;
  5. Kit de primeiros socorros (faixas, curativos, etc.), para simulação do tratamento de feridas;
  6. Cartolinas, canetas, marcadores para trabalhos de apresentação;
  7. Acesso a computador e internet para pesquisa.

Descrição detalhada do projeto

O projeto será composto por três etapas:

  1. Pesquisa e aprendizado teórico: nesta etapa, os alunos terão que pesquisar e aprender sobre o seu tópico designado. Isso incluirá leitura de livros e artigos online, assistir a vídeos e participar de cursos online, se disponíveis e relevantes.

  2. Prática e Simulação: os grupos serão responsáveis por praticar suas habilidades de primeiros socorros usando um boneco. Eles devem demonstrar proficiência nas habilidades associadas ao seu tópico designado.

  3. Apresentação: Finalmente, os grupos terão que apresentar seus aprendizados. Isso pode envolver uma demonstração prática, um poster, um slide-show, ou qualquer outro meio criativo de apresentar a informação. Além disso, eles devem entregar um relatório de projeto.

Passo a passo

  1. Formação dos Grupos: Os estudantes formarão grupos de 3 a 5 pessoas.

  2. Definição do Subtema: Cada grupo escolherá, ou receberá do professor, um subtema para ser estudado e apresentado.

  3. Pesquisa Teórica: Com a divisão dos temas, cada grupo deverá pesquisar a fundo o seu respectivo tema, utilizando livros, vídeos educativos, cursos online e demais recursos disponíveis.

  4. Prática e Simulação: Com o conhecimento teórico adquirido, os grupos devem realizar práticas de simulação dos primeiros socorros, utilizando bonecos e quaisquer outros recursos necessários. Os alunos devem registrar, filmar ou fotografar estas atividades para comprovação do trabalho realizado.

  5. Preparação da Apresentação: Cada grupo preparará uma apresentação detalhada sobre o seu subtema, levando em consideração os conhecimentos teóricos e práticos que aprenderam durante o projeto.

  6. Redação do Relatório: Juntamente com a preparação da apresentação, um relatório escrito deve ser preparado por cada grupo detalhando todo o processo de aprendizado do projeto. O relatório deve incorporar a descrição do projeto, a metodologia utilizada, os resultados alcançados e as conclusões tiradas.

  7. Apresentação Final: Por fim, os grupos apresentarão o seu subtema para a turma, onde deverão explicar os conhecimentos adquiridos, demonstrar (quando possível) as técnicas aprendidas, além de apresentar o relatório escrito.

Entregas do Projeto

O projeto final conta com duas partes principales: uma apresentação prática e um relatório escrito.

A apresentação deve incluir uma explicação detalhada do subtema, uma demonstração das habilidades aprendidas (quando possível), bem como resposta a quaisquer perguntas feitas pelos colegas ou pelo professor.

O relatório escrito será uma reflexão do grupo sobre o projeto. Deve seguir a seguinte estrutura:

  • Introdução: Os alunos devem contextualizar o subtema, apresentar a relevância e o objetivo do projeto.
  • Desenvolvimento: Os alunos devem descrever em detalhe a teoria do subtema que eles aprenderam, a atividade que eles executaram, a metodologia usada e os resultados adquiridos.
  • Conclusão: Os alunos devem acabar o relatório falando sobre as suas aprendizagens principais e as conclusões tiradas sobre o subtema.
  • Bibliografia: Referências de todos os recursos utilizados para o projeto.

Ambas as partes do projeto contarão para a nota final do curso.

Iara Tip

DICA DA IARA

Precisa de materiais para apresentar o tema do projeto em sala?

Na plataforma da Teachy você encontra uma série de materiais prontos sobre esse tema! Jogos, slides, atividades, vídeos, planos de aula e muito mais...

Quem viu esse projeto também gostou de...

2023 - Todos os direitos reservados

Termos de usoAviso de PrivacidadeAviso de Cookies